Supremo Conselho

Supremo Conselho do Rito Moderno é o legítimo representante do Rito Moderno no Brasil desde 25 de Novembro de 1874.

athens-art-school-g7df050009_1920.jpg

Breve história do SCRM

A Obediência Filosófica no Brasil foi fundada em 1842 com a criação do Grande Capítulo dos Ritos Azuis. Os chamados Ritos Azuis referem-se aos Ritos, Moderno e Adonhiramita.

 

Com a separação dos Ritos Azuis, o atual Supremo Conselho do Rito Moderno, passou a trabalhar sob a denominação de Grande Capítulo do Rito Moderno ou Francês (Sessão nº 227) em 25 de novembro de 1874.

 

Em 9 de março de 1953 mudou sua denominação para Muito Poderoso Sublime Grande Capítulo do Rito Moderno para o Brasil (Sessão nº 895).

 

Em 5 de abril de 1972, o Grande Oriente do Brasil, Potência Maçônica Simbólica, e o então Muito Poderoso Sublime Grande Capítulo do Rito Moderno para o Brasil, Potência Maçônica Filosófica do Rito Moderno, firmam o Tratado de Re-Ratificação de Amizade e Aliança Maçônica.

 

A partir de 1976 passou a adotar a denominação de Supremo Conselho do Rito Moderno para o Brasil e em 1992 adotou o nome de Supremo Conselho do Rito Moderno.

 

Em 1998, foram ativados os Graus 8 e 9, da 5ª Ordem, na Administração do então Soberano Grande Inspetor Geral Irmão Antonio Onias Neto.

 

O Supremo Conselho do Rito Moderno tem como Soberano Grande Inspetor Geral do Rito Moderno o Irmão Pasquale Mignella Filho, têm a responsabilidade de administrar 5 Grandes Conselhos e 37 Sublimes Capítulos no Brasil.

 

Em 15 de fevereiro de 2019, dia histórico para o Supremo Conselho do Rito Moderno com a assinatura do Tratado de Amizade e Mútuo Reconhecimento entre a GLESP - Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo, reconhecendo como Potência Maçônica Regular, Legítima, Guardiã do Rito Moderno e Soberana.

 

Biografia Consultada:

Graus Filosóficos do Rito Moderno ou Francês – Considerações Históricas do Irmão Paulo César Gaglianone

GOB - Boletim Oficial n°s. 4, 5 e 6 de  Abril, Maio e Junho de 1972 (pgs. 81 a 87);